vivilendo

Editora e Distribuidora


Leave a comment

Borboletas Poéticas encantaram a Casa de Cultura Mário Quintana

No sábado a tarde, na Casa de Cultura Mário Quintana, Emiliana Faria Rosa,( Emi Rosa) lançou seu livro Borboletas Poéticas, editado pela Vivilendo. Emiliana é doutora em linguística e mestra em educação e professora de Língua Brasileira de Sinais na UFRGS e poetisa. Ficou surda aos onze anos e usando suas palavras na apresentação do livro, assim ela se define: “… Sobre ser surda? Sim, sou surda. Bilíngue, ou seja, tenho duas línguas: a Libras ( Língua Brasileira de Sinais) e o português. Sortuda, eu… Duas línguas para ser, viver, criar. O Português é a minha língua de escrita; a libras é minha língua de liberdade. E borboletas? Também. Eu aprendi a gostar quando percebi que sou, somos borboletas…”
O livro apresenta três fases: segundo a autora “são fases de amadurecimento e florescimento poético e cada pétala do casulo cai junto a uma nova fase de um novo poema”.
Viviane De Gil , diretora da editora Vivilendo realizou a abertura do evento explicando o processo de edição e de criação do projeto gráfico juntamente com sua equipe, Giordano Gio, assessor de edição e revisor e Guilhermo Gil, ilustrador e coordenador do projeto gráfico, assessorado também por Michele Kipper que incluiu algumas ilustrações e citando Candy Uranga, criadora da capa.
O evento foi traduzido pela interprete de Libras, Luciane Bresciani Lopes. Ao final da fala de abertura, Emiliana traduziu ao público em Libras o poema de poema de Mário Quintana “Os Poemas”, lido por Viviane De Gil. A autora falou de seu processo de criação, do tempo em que as poesias ficaram guardadas e da emoção e felicidade que esta sentindo ao lançar seu livro. Na apresentação de seu livro, ela diz: “Agora vá, leitor, siga as borboletas. Voe! ”
A poesia de Emiliana é leve e convida ao voo, ao sonho, à liberdade. Vale a pena conhecer “Borboletas Poéticas” ! Parabéns, Emiliana, nossa equipe ficou feliz em realizar contigo esta travessia e agora avistá-las voando, é mágico!


Leave a comment

VIVILENDO 2017

Em 2017,
Viva lendo e acredite que:
Os dinossauros sempre existirão.
Todas as Valentinas do Brasil terão a sua história com final feliz.
É fácil fazer versos e esmo,
O Imaginário reflete uma incrível jornada e reserva surpresas:
Londres voltou! Ainda mora no Bonfim.
É possível seguir adiante em busca dos segredos escondidos nas gavetas.
A versão da história que vale é a sua.
Não se pode esquecer que a memória é uma lista mágica e
há mil e uma possibilidades para desenrolar o novelo da vida.
Do outro lado do muro tem algo mais…
Um espaço para o diferente ser diferente.
Tem anjos muito além das fronteiras,
A cavalgada é infinita, mas vale a pena.
Quando as pipas são atiradas ao vento,
Abre-se um arco-íris de possibilidades e
a liberdade para definir a cor é sua.
Um livro de matemática pode esconder uma fada,
Uma vida pode saltar do tecido de uma toalha cor de laranja.
A âncora de ouro tão sonhada está lá, numa estranha ilha.
Eles esperam por você no último galho da sua árvore.
Todos os livros têm páginas mágicas
Aquele nó não é cego e pode ser desatado e novamente amarrado.
Nós vamos novamente reconstruir a ponte que caiu e…
Agora é buscar as pérolas no mar e refazer o colar.
Aquela fada presa há tantos anos ficará livre e…
É possível libertar 365 fadas em 2017 porque…
Quem vive lendo liberta fadas!
Equipe VIVILENDO


Leave a comment

QUARTO QUINTAL LITERÁRIO VIVILENDO 2016

O Quarto Quintal Literário Vivilendo lotou o quintal da editora no último sábado, dia 22 de outubro, quando mais de 50 crianças reinventaram e brincaram no maravilhoso mundo de Roald Dahl. O autor que completaria 100 anos em setembro foi o tema escolhido para este quintal.
Viviane De Gil, diretora da editora Vivilendo realizou a abertura, salientando o tema: “O Maravilhoso mundo de Roald Dahl na nossa fábrica de livros”. Em seu discurso, saudou e agradeceu a presença do público, de sua equipe, aos filhos Guilhermo Gil e Giordano Gio, além de salientar o apoio constante do marido Gilberto Rossi Gil, fundador e professor na Escola Naútica Antônio Pigafeta ( ENAP), que também apoiou o evento. Enfatizou agradecimentos especiais à Escola Estadual Gustavo Armbrust, à diretora, vice-diretora, coordenadores, equipe de professores e aos alunos do quarto ano pela parceria em mais um ano de projeto. O Envolvimento com Roald Dahl e seus livros começou em agosto, quando todos os alunos do quarto ano foram convidados a mergulharem em toda a obra do autor e expressarem de forma artística um de seus livros. O resultado foi uma exposição de desenhos, pinturas, folders explicativos e álbuns de figurinhas, fazendo parte do Quintal como um destaque para que fossem vistos por todos. Foi também salientado que o evento foi ampliado com uma visita dos alunos a uma gráfica, uma fábrica de livros, como uma alusão à Fantástica Fábrica de Chocolate, obra mais importante do autor. Como os alunos das outras séries também manifestaram desejo de participar, o Quintal também visitará a escola, um bate- papo com os alunos sobre os livros escolhidos e a realização de uma feira do livro. A diretora propôs que o novo projeto fosse chamado de “Projeto Vivilendo: Quintal Literário da Escola Gustavo”. Essas atividades acontecerão em novembro.
Viviane De Gil declarou aberto o Quintal Literário em todos os sentidos, inclusive citando seu convite a autores e editoras independentes que desejassem divulgar seu trabalho no evento e também no sentido de que as crianças precisam de um quintal aberto. Citou alguns livros de Roald Dahl em que as personagens buscam soluções além de seu quintal: “Em “Os Minpins”, a mãe de Billy estava sempre dizendo exatamente o que ele podia e o que ele não podia fazer… E uma das coisas que ele não podia fazer de jeito nenhum era sair do portão do jardim e explorar o mundo lá fora… É claro que ele foi e viveu sua aventura e resolveu seus conflitos. Desejo que todos vocês levem este quintal de lembrança, mas sigam sempre além deste e além de seus próprios quintais…”
Na sequência do evento, o cineasta e historiador da arte, Giordano Gio realizou uma palestra sobre o autor homenageado, contando curiosidades à respeito de seus livros mais significativos. Segundo ele, nos posfácio do livro “O Vigário de Mastigassílabas”, o ilustrador de Roald Dahl, Quentin Blake, afirma o quanto o escritor era generoso com seus leitores, levando horas assinando autógrafos e trocando palavrinhas com as crianças, além de responder às milhares de cartas, tanto para crianças como para os professores, além de fazer várias doações para diversas instituições de caridade, inclusive àquelas que tratavam de dislexia, um tema abordado no livro. Giordano falou sobre o processo de criação do autor, a forma de escrever e o especial cuidado com a infância, um lugar eleito por Roald Dahl para brincar, se aventurar e praticar travessuras, por vezes ousadas e até perversas, caso a criança precisasse derrotar bruxas, gigantes e adultos repressivos.
Participaram do evento os autores Vivilendo, José Leopoldo Dexheimer, com o livro “Sabidex – a lista mágica”, Dalva Bonato, com o livro “Os armários guardam segredos que só as gavetas sabiam”, Gabriel Cianeto com os livros “Imaginário” e “Londres”, Wanda Queiroz com o livro “O menino Dinossauro” e Carmem TG Engel ( autora do livro “Novelo de Vida” ) que recitou um poema. O quarto Quintal Literário também contou com a presença de autores independentes: Marisa Krás Borges, que falou sobre “Duda de Yorkshore” e Rafael Machado Costa, escritor e diretor da editora Kaijuu, que falou sobre os livros CJC e Historinhas que habitam o céu.
A alegria e diversão das crianças atingiu o ponto alto durante o sorteio de brindes. Chocolates foram distribuídos para todas as crianças, mas em quinze deles havia o Cupom dourado Wonka, que dava direito ao brinde correspondente ao número tirado. As crianças ganharam livros, chocolates e material para desenho. ‘Wonkas’, a ‘Convenção das Bruxas’ em peso, ‘Matildas’, ‘Ratos’ e várias personagens de Roald Dahl tornaram o Quarto Quintal Literário inesquecível. Agradecemos a todos os presentes, mas um MUITO OBRIGADA “GIGANTE” à Escola Estadual Gustavo Armbrust, direção, equipe de professoras e crianças maravilhosas, que tornaram recriaram de corpo e alma o universo encantado de Roald Dahl e eternizaram este Quarto Quintal Literário. “Levem esta lembrança e voem além dos seus quintais”!


Leave a comment

VALENTINA E O FEIJÃO : Viviane De Gil

Numa pequena aldeia, perto de dois reinos
muito, mas muito distantes daqui…
No tempo em que galo era despertador,
lanterna podia ser vaga-lume,
arco-íris não misturava as cores,
que campainha era batida de palmas,
quando os portões rangiam para anunciar visitantes,
e as panelas pulavam e cantavam o perfume do feijão…
Era uma vez…
um orfanato…
Era uma vez… muitas crianças…
Era uma vez…
Sarita…Nicolau…Peri…Madalena…
E… Era uma vez… Valentina…
Uma história… quatro histórias…ou cinco…
Muitas histórias… e
Nenhuma história…
Enquanto o feijão cozinhava uma grande surpresa.

VALENTINA E O FEIJÃO
Autora: Viviane De Gil
Ilustradores: Cris Aldreyn, Guilhermo Gil, Juliana Veloso, Kelvin Koubik e Patrícia Langlois.
Projeto gráfico: Guilhermo Gil
Assessoria editorial e apresentação: Giordano Gio


Leave a comment

EM JUNHO: VALENTINA E O FEIJÃO

” …Em Valentina & o Feijão, o mundo de cada criança
tem cores e traços diferentes uns dos outros. Cada jornada
tem suas aventuras, e as vezes acabam em novos
castelos, de todos os formatos e tamanhos, com pais e
mães, pais e pais, mães e mães, tias, tios, avós…
O Brasil tem tantas Valentinas como tem grãos de
feijão…” (Giordano Gio, Historiador da Arte e Cineasta, responsável pela apresentação do livro)

“Numa pequena aldeia, perto de dois reinos
muito, mas muito distantes daqui…
No tempo em que galo era despertador,
lanterna podia ser vaga-lume,
arco-íris não misturava as cores,
que campainha era batida de palmas,
quando os portões rangiam para anunciar visitantes,
e as panelas pulavam e cantavam o perfume do feijão…”


Era uma vez…
um orfanato…
Era uma vez… muitas crianças…
Era uma vez…
Sarita…Nicolau…Peri…Madalena…
E… Era uma vez… Valentina…
Uma história… quatro histórias…ou cinco…
Muitas histórias… e
Nenhuma história…
Enquanto o feijão cozinhava uma grande surpresa.
É com uma imensa alegria e emoção
que apresentamos no Dia Nacional da Adoção
VALENTINA E O FEIJÃO
Autora: Viviane De Gil
Ilustradores: Cris Aldreyn, Guilhermo Gil, Juliana Veloso, Kelvin Koubik e Patrícia Langlois.
Projeto gráfico: Guilhermo Gil
Assessoria editorial e apresentação: Giordano Gio


Leave a comment

LANÇAMENTOS 2016: Versos e Esmo – Rosalvo Maciel

LANÇAMENTO DO LIVRO: Versos a Esmo
O primeiro lançamento do ano ocorreu no dia 13 de abril,  segunda Feira do Livro de Herval, o livro VERSOS A ESMO de Rosalvo Teixeira Maciel.
O autor (1885 – 1948), poeta parnasiano, como os grandes poetas da sua época, ora romântico, ora fatalista, ora sofrendo a dor dos desencontros amorosos, expressa as suas diferentes emoções a cada nova criação literária.
Olegário Mariano (presidente) e Adelmar Tavares, destacados membros da Academia Brasileira de Letras, afirmaram tratar-se de um poeta inspiradíssimo, que faria brilhante figura em qualquer grande centro que residisse e, ambos, assinariam qualquer uma das suas produções.
Citando filósofos, escritores da Grécia antiga e outros, traz a lume todo um conhecimento que assimilou em suas muitas leituras.Graças ao grande trabalho do filho Ney Nunes Maciel de guardar e digitar os poemas do pai e a organização do historiador e pesquisador Getúlio Dorneles Fernandes da Silva, Versos a Esmo entra para a história da literatura brasileira.